Fique Bem!

4 benefícios do sling

19/11/2016


Algumas práticas ancestrais de cuidados com as crianças voltaram para ficar. E, a cada dia, aumenta o número de mães adeptas a elas, como é o caso do sling. Sabe o que é isso? María Paula Falla, artista plástica e visual, docente universitária e doutora em artes visuais da universidade de Barcelona, que virou mãe há dois anos, e, por sua filosofia e estilo de vida, optou por carregar seu bebê no sling.

 

María Paula Falla, Artista Plástica e Visual, Docente Universitária e Doutora em Artes Visuais da Universidade de Barcelona

 

O sling traz benefícios “não só para a saúde, como também emocionalmente para o bebê e seus pais, e para toda a família,” garante María Paula. Próximos de virarem pais, María e seu marido começaram a investigar tudo sobre esta prática, encontrando muito mais do que esperavam – tanto que, hoje, pensam que isso pode mudar a sociedade. “Encontrar essas roupas onde moramos era difícil, portanto, convencidos pelos benefícios e pela atenção que chamamos ao carregar nosso filho Amarú, tomamos a decisão em família de confeccionar carregadores de bebês; o que nos permitiu continuar em contato e reinventar nossas vidas em torno das famílias. Hoje, trabalhamos juntos e combinamos o que pensamos, o que queremos e o que fazemos, e isso tem sido ótimo”, afirma María.

 

 

Foto: Mamãe na Ativa


Ela nos explica que, embora existam diferentes ferramentas para carregar bebês, como os carregadores Mei Tai (de origem asiática), os slings de argolas (um ombro só), ou os cangurus; o wrap sling (feito com um tecido elástico especial) é o favorito e mais utilizado, pois é possível usá-lo nos últimos meses da gestação “para suportar o peso da barriga da mãe”. Além disso, ele é mais fácil de amarrar. Dependendo da idade do bebê, é possível usá-lo para a frente, nas costas, no quadril, ou para amamentar. Após os dois anos, ele pode ser substituído por um de tecido rígido (que também pode ser utilizado desde o nascimento do bebê). Assim, os principais benefícios de se carregar um bebê no sling são:

1. Contato é amor. “No começo da vida do bebê, seus sistemas ainda não amadureceram, portanto o contato e calor de sua mãe são imprescindíveis, pois lhe proporcionam força e defesas. Dentro do útero, eles estão em contato íntimo por nove meses, e é importante que esta separação não seja tão abrupta. E o sling ajuda na transição gradual,” explica María Paula. Outros benefícios físicos e emocionais são a segurança e confiança de saber que o bebê tem sua mãe incondicionalmente, para atender suas necessidades básicas. “O sling faz com que o bebê fique em contato com o corpo da mãe, escutando sua respiração, os batimentos do coração, e sua voz, e garante uma etapa agradável e tranquila na vida do bebê,” ela completa.

 

2. Mãos livres. “Quando eu comecei a carregar o Amarú em um sling, me sentia ótima dando continuidade à minha vida e meu trabalho, agora acompanhada dele, junto ao meu corpo,” lembra María. Os carregadores de bebês facilitam que a mãe realize suas atividades cotidianas por permitir que suas mãos fiquem livres.

 

3. Postura. “A posição na qual o bebê fica dentro do sling ajuda o desenvolvimento correto de sua coluna vertebral, quadris e crânio. Nos carregadores tradicionais rígidos com formato específico, o bebê tem que se acomodar, enquanto o sling elástico se adapta aos corpos da mãe e do filho,” ela explica. E a posição do bebê no sling permite a ergonomia. “Além disso, a mãe não fica com dor na lombar, já que o peso está distribuído entre as costas, ombros e quadris,” afirma a artista.

 

4. Amamentação feliz. O estímulo da amamentação é outro benefício de carregar o filho em um sling, já que o contato com o bebê estimula a produção de leite e ajuda na amamentação. Por ter um acesso quase imediato ao alimento, o bebê ficará calmo na maior parte do tempo. Além disso, graças à sua posição, a mãe pode amamentar sempre prestando atenção na postura do bebê, mesmo enquanto realiza outras atividades sentada ou em pé. No caso de cólicas, comuns durante a época da amamentação, o calor e contato com a mãe ajudarão o bebê a se sentir melhor.

Qualquer que seja o tipo de carregador escolhido, saiba que seu uso fará seu filho crescer mais sadio, seguro, confiante e amoroso, aspectos fundamentais nos primeiros anos de vida para um ótimo desenvolvimento em sua infância e vida adulta.

 

Por Ángela Briceño

Tradução: Karen Davidson


Conteúdo por

Ángela Briceño


Redacción en Supermujeres.TV Colombia. Apasionada por la literatura, la música y el cine.

Mais vistos