Moda

Com o look do verão

04/12/2014


Novas tendências em moda biquíni que vieram para ficar neste verão. Estampas e tamanhos diferenciados para todos os estilos e tipos de corpo. Separamos várias dicas de profissionais de grandes marcas.

Moda praia

Márcia Britto

 

Com o look do verão

 

Em que investir para arrasar na praia, na piscina, na frente do espelho ou por aí? Já se fez essa pergunta? Olha o que preparamos para você. Conversamos com experts no assunto e perguntamos a eles quais as novidades que chegam para a estação mais amada em todo o país. Além, claro, de ilustrar tudo com as fotos dos lançamentos de cada marca, confira e faça bonito na temporada.

 

Na Marcyn as estampas estão maiores. Diferente, não é? Essa não é uma aposta que a gente tenha visto recentemente. Quem informa é Aline Blanco, gerente de marketing e produto da marca. “As estampas estão maiores assim como os rapports (tendência que irá se fortalecer na coleção praia 15/16)”, conta.

 

Olha como descobrimos o que tem tudo para virar tendência. A R. do Sol também está investindo em estampas florais maiores. “Para o verão 2015 apostamos nas estampas digitais de macro florais de hibiscos, florais a La Frida Kahlo multicoloridas mixados com listras mexicanas barradas e margaridas”, diz Gilberto Pereira, diretor criativo da marca.

 

Para não deixar dúvidas, a Adriana Fontana de Mello, coordenadora de desenvolvimento da M’lev, também destacou as estampas para a moda praia do verão. “A marca aposta nas estampas florais”. Então, está pensando em comprar um biquíni bem moderno? Invista nas estampas maiores e dê preferência para os florais.

 

Agora calma, se você não curte esse estilo, ou quer comprar um biquíni para usar em outros verões, temos boas notícias. O floral é uma tendência que certamente veremos muito por aí, mas isso não significa que você não possa usar outros estilos.

 

A coleção da Marcyn, por exemplo, tem uma seleção de lisos que combinam com as estampas e, o mais interessante, é que estas peças são vendidas separadamente, ou seja, você monta o biquíni como quiser escolhendo cor, modelagem e tamanho. Você pode comprar uma biquíni super floral, com um fundo marrom e, outro liso, todo marrom. Você terá várias opções de uso. Um dia pode usar os modelos tradicionais, todo marrom ou todo estampado, no outro combina a parte de cima estampada de um com a parte de baixo lisa do outro. Da próxima vez faz o contrário, a parte lisa em cima e a parte estampada em baixo.

 

Para você que adora os biquínis mais estruturados, as marcas continuam jogando no estilo. A Blue Beach vem com uma série de modelos com bojos pré-moldados que dão sustentação aos seios.

 

E tem mais: estampas geométricas, tropicais e no animal print, esse último, aliás, será usado em tudo: bolsas, sapatos, blusas e outros. Os clássicos, como preto e branco, também estão disponíveis em praticamente todas as marcas, no quesito cor, outra boa aposta para a estação são o amarelo, que continua em alta, e os tons alaranjados e arroxeados.

 

Metais e adereços

Depois que eles surgiram a beach wear ganhou um brilho que parece impossível ser tirado um dia e, pelo menos, no próximo verão isso não vai acontecer. Os metais continuam a incrementar maiôs e biquínis. “Muito presente na coleção, alguns metais são personalizados, outros possuem pedras e brilho também”, comenta Adriana, da M’lev.

 

Mas atenção. Quando comprar uma peça para usar na piscina, na praia, etc. fique atenta à qualidade, pois o metal que a valoriza pode oxidar e não tem volta, você perde o biquíni ou maiô. “Os metais para as peças da marca são desenvolvidos com qualidade e segurança para que não oxidem e que a qualidade do banho e o brilho permaneçam”, garante Adriana.

 

Na Marcyn, além dos metais, outros adereços ganharam vez. “Nossa linha praia recebe aplicação de vários estilos de fivelas e ponteiras em metal dourado, com e sem pedras, peças de acetado com acabamento de imitação de tartaruga e charmosos pingentes de franjas, confeccionados no próprio tecido do biquíni”, destaca Aline Blanco.

A R. do Sol, que tem sua nova coleção inspirada no México, tem diferentes adereços em suas peças. “Desenvolvemos penduricalhos de pimentas mexicanas, metais com desenhos tribais, da civilização maia e com borboletas monarcas”, diz Gilberto Pereira.

 

Modelos

Foi- se o tempo em que havia um único estilo para a moda praia, tipo o asa delta, dos anos 1980, com a cava bem alta, ou seu sucessor, o fio dental, marcado por uma tira minúscula na parte de trás da calcinha do biquíni, hoje as marcas contemplam todos os estilos procurando agradar ousadas, tímidas, magrinhas, gordinhas etc.

 

“Na coleção Marcyn Praia apresentamos modelos diferenciados que vestem as mulheres do 40 ao 52, cada um dentro da sua adequação de tamanhos. Temos modelagens menores e mais joviais (mas nunca tão pequenas), contemporâneas, clássicas e plus size. Além disso, trabalhamos com uma linha para atender ao púbico teen, assinada pela revista CAPRICHO”, destaca Aline.

 

Na M’lev a coleção tem a mesma pegada, a marca acredita na diversificação, ou seja, peças que são menores, algumas intermediárias e as maiores também. “Temos itens com bustos mais estruturados, com laterais redutoras, tomara que caia, modelos cortininha, enfim, várias opções. As calcinhas vão desde as fio dental, de amarrar, até ao cós mais alto, laterais maiores e hot pants. O biotipo da brasileira é muito variado, por isso, procuramos atendê-las da melhor forma possível”.

 

Gilberto, da R. do Sol, sintetiza a questão: “Hoje a moda praia tem total liberdade. Os biquínis pequenos e micros estão em alta, mas as peças maiores passam a ideia de glamour, de um passeio resort. São peças para desfilar pelas praias, piscinas, cruzeiros e pool party ”. 

 

Marcas de biquíni: bregas ou chiques?

Essa parece uma questão sem resposta, inclusive entre os profissionais. “Puxa... essa é uma questão beeeeem pessoal. Eu, particularmente, não gosto de marcas de alças (em mim). Por isso só uso biquínis com top tomara-que-caia”. Já Gilberto, da R. do Sol, não vê nada de estranho em exibir as marcas do sol. “Não acho que seja feio isso vai muito do gosto de cada pessoa”.

 

Saídas de praia

Antes elas estavam limitadas a cangas amarradas na cintura, hoje em dia são verdadeiras referências de estilo e bom gosto. Nessa temporada, destaque para as transparências, a Aline da Marcyn confirma isso. “Nesta estação elas estão em alta e trazem de volta a tendência das transparências”. Outra particularidade da linha da marca são as rendas, que aliás a gente tem visto muito na moda do dia a dia. Na grife eles optaram pelo “rendão” que é leve, transparência e dá frescor aos modelos.

 

 Para Gilberto, da R. do Sol, as saídas de praia estão mais para roupas passeio. Elas devem ser de tecido bem leve e com uma pegada mais descolada. “As saídas precisam fugir do lugar comum e ajudar a dar um efeito up-to-date ao look”, comenta. 

 

 

 

M’lev

 

Blue Beach

www.bluebeach.com.br

 

Marcyn

www.marcyn.com.br

 

R. do Sol

www.rdosol.com.br

 

Curiosidade: a modelo da M`lev é a Miss Brasil 2012, a gaúcha Gabriela Markus, que ficou em quinto lugar no Miss Universo. .


Mais vistos